Skip to content

FOOD || Nómada || Sushi e cozinha contemporânea

Nómada || Sushi e cozinha contemporânea

Sou uma sushi lover há imensos anos (ainda não era “moda” comer sushi e eu já o fazia). Há mais ou menos 10 anos atrás, em Lisboa haviam pouquíssimos restaurantes com sushi, mas eu sempre fui fã da cultura japonesa e apaixonei-me pela gastronomia deles desde cedo. Como tal, experimentei sushi pela primeira vez há já muitos anos. Foi paixão à primeira vista. Desde então que o sushi e o sashimi são para mim iguarias que não me importo nada de repetir vezes sem conta. Nómada.

Hoje em dia há imensa oferta no que diz respeito a restaurantes que sirvam sushi, mas para ser sincera, há por aí imensos estabelecimentos que deixam muito a desejar. O sushi de fusão é muito “in” e é o que se vê mais por aí, mas há certos restaurantes que exageram nos elementos ditos de fusão, e acabamos por encontrar combinados ou rodízios de sushi onde se encontram mais molhos e condimentos do que o peixe propriamente dito.

Tenho poucos restaurantes preferidos para comer sushi, e tenho imenso prazer em dizer que o Nómada é um deles. O peixe. é sempre fresquíssimo, as opções apresentadas na carta são variadas q.b., e tem tudo imensa qualidade, seja a apresentação, os ingredientes utilizados, ou a confecção das peças.

Na semana passada voltei ao Nómada com o objectivo de me deliciar com bom sushi, e também para vos fazer esta review. Como tenho aparelho dentário, comer sushi actualmente é-me um pouco mais complicado, porque tenho de mastigar devagar e não posso comer coisas muito rijas. Por isso elementos como o pepino, cenoura e fruta mais para o verde são de evitar. De qualquer forma, a minha refeição foi livre de problemas nesse aspecto, correu tudo super bem!

As entradas

Para começar, pedimos sopa miso. A sopa miso é um clássico e sempre a adorei! A do Nómada é rica em sabor, condimentada com deliciosas sementes de sésamo:

Normalmente gosto também de pedir gyosas (pastéis japoneses com recheio variado), mas uma vez que não como carne há já um ano, não me foi possível fazê-lo, porque as gyosas que constavam na carta continham frango. Quando existem gyosas vegetarianas, normalmente peço sempre.

Outras entradas possíveis seriam as tempuras, cheviches ou tártaros, mas ficámo-nos pela sopa miso, pois queríamos mesmo era apreciar o bom sushi.

A carta do Nómada não apresenta apenas sushi como opções para prato principal. Se forem estreantes e tiverem receio de que a prova do sushi não seja do vosso agrado, têm uma página completa na carta, só de cozinha contemporânea, com dois pratos de carne, três de peixe, acompanhamentos e uma salada.

Tenho de referir, antes de começar a falar do sushi propriamente dito, que quando chegámos ao Nómada (20h), o restaurante estava ainda bastante calminho. Poucos clientes, serviço super fluído. Tanto, que até achámos que nos serviram demasiado rápido. Isto claro no sentido de que ainda estávamos a meio da entrada, e já nos estravam a trazer os pratos principais. Achei essa atitude um bocadinho estranha, mas calculo que tenha sido devido ao restaurante ainda estar praticamente vazio. Com o passar do tempo, o restaurante ficou praticamente cheio e o serviço teve o seu funcionamento “normal”.

A decoração do Nómada é de muito bom gosto e sinto-me sempre super bem quando lá vou! O ambiente é bastante intimista e acolhedor, com luzes quentes por todo o restaurante.

O sushi

Para começar a degustação do sushi, pedimos um Spicy Roll. Foram oito peças, compostas por atum coberto por sete especiarias japonesas, maionese japonesa, kimuchi e puré de abacate. Adorei! Vejam:

O segundo rolo que pedimos foi o Swing Roll. É composto por oito peças cobertas com algas, recheadas com uma mistura de três peixes marinados em ponzu:

Este rolo estava maravilhoso. Mas, para vos ser sincera preferia que não tivesse as ovas em cima. Isto porque são muito fortes e cortam um bocadinho o sabor do peixe, que era fantástico. De qualquer forma, é um ótimo rolo, que recomendo.

Para finalizar, pedimos um combinado de sushi e sashimi tradicional, com 18 peças. Poderíamos ter escolhido o de fusão, mas eu prefiro sempre o sushi mais para o tradicional, pelo que foi esse o escolhido. O combinado tinha uma apresentação fantástica! Ora vejam:

Apesar de na carta dizer ser de 18 peças, vieram mais umas quantas extra, o que foi ótimo, principalmente pelo sashimi. Todas as peças estavam deliciosas e muito bem confeccionadas. Foi um festim para o nosso palato!

As sobremesas

Para terminar a refeição em beleza, claro que tínhamos de pedir sobremesas. Eu pedi a sobremesa que peço sempre que venho a este restaurante: Fofo de chá verde. É absolutamente DIVINAL! Adorava descobrir a receita deste bolo, porque é qualquer coisa do outro mundo. Acompanha com uma bola de gelado de melão e gengibre, também ele maravilhoso:

Digam lá que o aspecto não é de babar?

A outra sobremesa que pedimos foi o Supremo de Mascarpone, também ele delicioso e lindo ao olhos, ora vejam:

Esta sobremesa é composta por uma base crocante de amêndoa, mascarpone, chocolate branco, frutos vermelhos e merengue com gelado de morango. Este gelado é delicioso…. fruta pura. Tão, mas tão bom!

Ficaram com água na boca?

O Nómada é um restaurante ótimo para degustar sushi com qualidade, a preços muito simpáticos. Podem ver a carta no Zomato, aqui.

Já visitaram este restaurante?

Nómada Menu, Reviews, Photos, Location and Info - Zomato

Beijinhos,
Lara ♥

Be First to Comment

Deixar uma resposta

%d bloggers like this: